Características de Salvador…

Salvador, para aprender e se divertir!

Divisão Física 
Salvador se divide entre Cidade Baixa e Cidade Alta

Cidade Alta: está Pituba/Itaigara/Iguatemi: é o que importa. A única parte civilizada da cidade é o resultado de um prefeito que construiu uma avenida e ficou com preguiça de fazer o resto.

Centro Histórico: Consiste em Barra, Ondina, Pelourinho e adjacências. É habitado somente uma vez por ano, no carnaval. Durante o resto do ano, somente turistas têm a disposição de subir as ladeiras do Pelourinho para ver o Elevador Lacerda ligar o nada com lugar nenhum.

Norte: A cidade é limitada ao Norte pelo time do Bahia, bem pertinho do Bompreço. Mais ao Norte, é onde ficam as praias. Oficialmente começa em Jaguaribe (uma praia) e termina em Vilas do Atlântico (outra praia),passando por Itapoã (Outra praia que ninguém sabe como se escreve, Itapoan, Itapuã ou Itapoã). Seu acesso se dá pela Avenida Orlando Bloom, que tem a maior média de assalto do país: 2 assaltos por pessoa, por minuto. 

Brotas: é a Brooklin soteropolitano. Um núcleo de resistência independente. Tem dialeto, moeda e governo próprio. Precisa de passaporte pra cruzar a fronteira.

Cajazeiras: Não confundir com ‘cachaceiras’. Começa em Cajazeiras 1 e vai até Cajazeiras 15785. Também tem vida própria e até hoje ninguém descobriu como chegar até lá.

Ribeira: Tem sorvete na sorveteria da Ribeira, indicada pelo Guia Veja em mil novecentos e bolinha.

Liberdade: é um dos bairros mais importantes de Salvador, por conter passagens secretas que desafiam as leis da física e confirmam a teoria da quarta dimensão.

Feira do Rolo: local onde você compra o que quiser e quando quiser. É um supermercado, que sempre tem o que você procura. Lá existem coisas como fósseis de pterodátilos, órgãos para transplantes, animais em extinção (qualquer um, de tigres dentes de sabre a mutantes), armas que nem a polícia tem e objetos que foram roubados da sua casa.

Divisão Química
Salvador é composta por átomos de Hidrogênio, Axé, Dendê e Leite de Côco.

História
Idade Antiga: Melhor perguntar a Dona Canô.
Idade Média:  em seus Feudos , os caciques Tupinambás exploravam os camponeses num regime conhecido como vassalagem. Foi a época dos grandes torneios de miserês, piriguetes e tingalagatingas.
Idade Contemporânea: 1798 – Nasce ACM
1815 – É inventado o Trio Elétrico e o carnaval é descoberto
1830 – ACM vira imperador da Bahia(…)
1990 – Ivete Sangalo lança 1º CD.
1991 – Ivete Sangalo lança 2º CD.
1992 – Ivete Sangalo lança 3º CD.
1993 – Ivete Sangalo lança 4º CD..(…)
1996 – Recomeçam as obras do metrô de Salvador, projeto para 2004. Surge em Salvador a primeira música que não é Axé, o Arrocha.
2005 – O arrocha é esquecido.

Previsões:

2080 - Ivete Sangalo lança 90º CD.
2090 – O metrô é inaugurado.
2093 – Morre em Salvador Ivete Sangalo.
3091 – Morre em Salvador ACM Neto.
3099 – ACM ressuscita
3666 – ACM assume ser o Anti Cristo Miserável..

Clima, Vegetação e Hidrografia
Em Salvador, faz calor. Há apenas duas estações: o verão e a de ônibus. 
A vegetação da cidade consiste em coqueiros. 
O principal rio chama-se Cocô Beach, e fica no bairro do Costa Azul.
Depois do fracasso do Bahiazul, estuda-se a possibilidade de mudar o nome do bairro para Costa Marrom, ou Costa Negra.

Cultura
Não se pode esquecer que Salvador sedia a maior manifestação cultural popular do mundo: o Carnaval. É nessa época que o soteropolitano gasta a energia do ano todo, correndo atrás do trio, correndo atrás de mulher ou correndo da polícia. O carnaval é tão importante para o baiano que, para não ter que esperar um ano inteiro, já se inventou uma série de festas como Festival de Verão, Bonfim Light, Babado Elétrico, Trivela, Ensaio Geral,  Sauípe Folia, Piu-Piu, Sfrega, Bosque, 2 de julho, Lavagem de Ondina, Lavagem do Beco e muitas outras lavagens.

Língua
Em Salvador é falado o Baianês, que conta com seu próprio alfabeto: A Bê Cê Dê É Fê Guê Agá I Ji Lê Mê Nê Ó Pê Quê Rê Si Tê U Vê Xis Zê.
Ao contrário do que muitos pensam, o Baianês não é falado lentamente, mas sim cantado. Não existe também o gerúndio: o ‘d’ é excluído no ‘ndo’, o que resulta em ‘falano’, ‘correno’, ao invés de falando e correndo. Aletra G (fala-se Guê), também não é usada na maioria das frases, quanto tem som de J (Ji), dando lugar ao R (Rê). Simplificando: A gente, fala-se ‘Arrente.’ Mas, em alguns casos, também a letra S (Si) pode ter o som de R (Rê), de forma que a frase ‘As camisas das mulheres’ vira ‘Ar camisa dar mulé.’

Algumas frases cotidianas
Colé, meu brodi! = Olá, amigo!
‘E aí, pai?’ = Olá, amigo!
‘Fala, nigrinha!’ = Olá, amigo!
‘Diga aê, seu xibungo!’ = Olá, amigo!
‘Faaaaala, minha puta!’ = Olá, amigo!
‘Colé, miserê!!’ = Olá, amigo!
‘Diga aê, disgraça!’ 
= Olá, amigo!
‘Diga aê, negão!’ = Olá, amigo!
‘Ô, véi!’ = Ô, amigo!
‘Colé de mermo?’ = ‘Oxe!’ 

Todo baiano usa essa expressão para tudo, mas um forasteiro nunca acerta quando usa.

‘Lá ele!’ =
Eu não, sai fora! (Ou qualquer outra situação da qual a pessoa queira se livrar.)

Transportes
Os soteropolitanos contam com um sistema de transporte público extremamente pontual que nunca se atrasa para o dia seguinte. O metrô, por exemplo, até agora nunca teve nenhum caso de atraso, a não ser os 30 anos de obra, ainda não concluídos. Salvador também tem o único metrô que passa por cima da cidade  ao invés de por baixo (alguns dizem que a Disney está querendo comprá-lo, pois é a maior montanha russa do mundo.)

Moda em Salvador 
É a única cidade em que o Reveillon está sempre na moda. Todo mundo veste branco o ano inteiro, a não ser no carnaval, quando a única vestimenta usada é o abadá. Lojas de moda não lucram em Salvador, pois os ingressos das festas já vêm com a camisa.

Economia   
Só se sabe que o baiano nunca tem dinheiro para nada. Mas sempre sobra pra bebida e pro Chicretão.’
***

Não repassem além dos limites da ‘província’!!! 
Sabe comé… Roupa suja se lava em casa, né mermo meu brodi?
Grande abraço

                                                 Autor preguiçoso desconhecido

Sobre brscoly

Sempre buscando emoções diferentes na escrita autoral, sendo o que mais me realiza. Calmo, de mar calmo, sem vento para pescar as idéias e os peixes tambem. Eternamente apaixonado dentro do meu circulo de musas. De bem com a vida. Curador de máguas magoadas com uma dose dupla de poesia. Artesão de frases curtas. Bom de refrão. E nada melhor que uma soneca depois do almoço, não dispenso. Defensor da natureza debaixo de pau e pedra. É isso aí...
Esse post foi publicado em Nuances. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Características de Salvador…

  1. Neide disse:

    Bem divertida a sua fala e ao mesmo tempo cultural.Valeuuuu, Olympio

  2. Cintia Thome disse:

    Que saudade desse bahianes essa química faz falta… cheia de Dendê e Leite de Côcochocolate e pimenta…bjus

  3. dôra disse:

    Meu conterrâneo….Arassou com esta matéria.Muito boa, Olyimpio.Se ainda não o fêz, deveria postar em um dos nossos jornais… o soteropolitano que sabe das coisas iria adorar :)PARABÉNS PELA MATÉRIA.Vim até aqui te desejar um lindo dia do amigo, embora para mim todo dia seja Dia do Amigo.Bjsssss….♥ DÔRA da BAHIA♥ESPAÇO ZENhttp://img89.imageshack.us/img89/2732/criancas2kh.gif

  4. Pukka disse:

    Você já foi à Bahia nêgo? Não?Então vá!!Gostaria muito de estar na Bahia, na praia, tomando uma água de côco…um abraço grande!!!

  5. goku disse:

    muito bom cara parabens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s